Oncologista e professor da FAME, Dr. Antônio José fala sobre os avanços da área oncológica

08/07/2022

Amanhã, dia 9 de julho, é comemorado o Dia do Oncologista, médico especialista em diagnosticar e tratar tumores e cânceres que podem ser desenvolvidos no organismo, se ocupando com o cuidado do paciente e da prescrição de tratamentos sistêmicos, como quimioterapia, radioterapia, hormonioterapia e terapia biológica.

O oncologista é um profissional de extrema importância para sociedade, uma vez que, ele tem a função de apresentar aos pacientes os possíveis caminhos para a cura do câncer e, além disso, orientá-los em relação as prevenções da doença.

Dr.Antônio José F de Paula

Segundo o médico oncologista e professor da FAME, Dr. Antônio José F de Paula, a oncologia vem de um processo evolutivo muito grande, visto que, no século passado, a visão da doença ainda era muito superficial e hoje já existem diversos tratamentos possíveis, que foram descobertos ao longo dos anos.

“Houve um evento na história, que é a Segunda Guerra Mundial, que foi um grande divisor de águas para a oncologia, pois foi através dela que descobriu-se o gás mostarda e, futuramente, analisaram que esse gás tinha capacidade de atacar células que estavam em divisão celular.

Logo depois, veio o desenvolvimento de várias medicações quimioterápicas que se baseavam também no princípio de atacar as células que estavam em divisão celular. Depois de anos nesse desenvolvimento, nas últimas décadas, encaminhou-se o estudo sobre membrana celular e receptores de membra, onde foram desenvolvidas várias moléculas que bloqueavam receptores, interferindo no processo de estimulação celular, desenvolvendo assim, várias terapias alvo, como por exemplo o “trastuzumab”, um quimioterápico que revolucionou o tratamento do câncer de mama.

Em seguida, nos últimos anos, desenvolvendo-se substâncias que bloqueiam as atividades de sistemas enzimáticos e de estimulação da divisão celular, ou seja, hoje nós temos substâncias e moléculas que fazem bloqueios dessas vias

E por fim, mais recentemente, houve o desenvolvimento da imuno-oncologia, outro braço da oncologia clínica, onde já é possível usar o próprio sistema imuno para poder atacar a célula tumoral”, explica o professor.

Toda essa evolução sofrida pela área oncológica ao longo dos anos é explica devido aos grandes investimentos feitos pela ciência, em virtude de a oncologia ser uma especialidade que trata a segunda causa de morte do mundo.

Ainda de acordo com o Dr. Antônio José, a oncologia é uma especialidade muito digna, onde os profissionais da área têm a oportunidade de se envolverem com os as pacientes, aliviando seus sofrimentos e curando muitos deles. “Finalizo parabenizando todos os oncologistas e, aos jovens médicos ou estudantes de medicina que tenham afinidade com a área oncológica, para que ela possa continuar desenvolvendo, e a gente proporcionar o melhor tratamento aos pacientes”, conclui o oncologista.

Deixe seu comentário

Artigos relacionados

Praça Presidente Antonio Carlos - nº08 - Barbacena/MG CEP 36202-336

(32) 3339-2950

fame@funjob.edu.br

Seg á Sex de 09hrs á 18hrs